Monday, July 31, 2006

Não tem petróleozinho, não tem ajudinha...

Nestas últimas semanas, assistimos (aqueles que ainda ouvem, vem e tomam atenção ao mundo) ao massacre Israelita. Na escola os mais velhos quando batiam nos mais fracos, as professoras diziam sempre que era feio, a minha mãe dizia-me sempre com palavras de pessoa sábia, que era injusto bater nos mais novos, o meu pai dizia com orgulho que era de muito mau tom bater com paus a alguém que só tinha as mãos.
Mas hoje essas palavras do século passado, parecem longe da actualidade, longe de qualquer Korea do Norte, longe de qualquer palestina, de qualquer "Huguito" Sul Americano, longe, muito longe de Libanes.

Concluímos que ou pessoas já se esqueceram das palavras do século passado ou hoje o azul estrelado de branco sarapintado de Benfica em dia glorioso, já tem o poder de apagar as estruturas bases de qualquer educação básica mundial. Hoje não sei se fique triste ou contente, triste porque vivo num país que não tem petróleo, logo se algum problema tiver, pode esperar deitado, contente porque assim não se inventam "pseudas" armas nucleares quem sabe algures na Beira Baixa para bombardearem o Porto.

Hoje sei que tenho camaradas que defendem e pedem a paz, mas são bombardeados, hoje sei que tenho camaradas que perderam mulheres, filhos, famílias inteiras, porque na calada da noite, ainda temos Países, que se transformam em filhos da puta, colocam a capada de paneileiros, e atacam deixando cair em cima de 22 crianças a paz que tanto se aclama. Hoje como nunca o levantar de punho simboliza a resistência de um povo bravo, corajoso e decidido, que só quer negociar a paz.

Eles coitados, só tem pedra e terreno árido não é? Seja então caso para dizer Não tem petróleozinho, não tem ajudinha...

Saturday, June 03, 2006

Imposto sobre email enviado !


Segundo o jornal Expresso de 3 de Junho de 2006, existe um deputado que se lembrou de uma fonte adicional de receitas. Um deputado francês do Parlamento Europeu propôs a criação de uma taxa para todos os email e mensagens de texto enviados de (e para) os países membros da U.E. A ideia é pagar 0,15 euro por SMS e 0,00001 euro por cada email. O dinheiro recolhido seria encaminhado para financiar programas de investigação. Outro efeito deste imposto seria dissuadir a existência de «Spam» (email ilegítimo).

Wednesday, May 31, 2006

...

"A CUF poupava seis milhões de euros por ano se estivesse a comprar electricidade aos preços de Espanha"
Luis FilipePereira - Presidente-Execitivo do grupo CUF

Sunday, April 30, 2006

1 de Maio sempre!


A luta contínua !
Não podia deixar em branco uma data que pelos vistos, já faz tremer o paneleiro dos EUA e diversos cães da realeza Europeia!
Não nos calaremos, erguemos por isso um punho cerrado contra o capitalismo!
Avante camaradas!

Afinal ele nunca votou!



O Sérgio fotografou o Diogo que nunca votou, por ter saído do país para estudar aos 18 anos, e nunca mais voltou!

Louvemos Vila de Rei.

Li com agrado que a vila acima referida, decidiu ir ao Paraná para ir buscar “nova gente” para o interior, e para poder ocupar lugares profissionalmente deixados vagos (facultando inicialmente casa e comida!), por um molho de “bimbos” que pensa ser gente por viver ao pé do mar!
A excelente ideia foi da autarca Irene Barata, que até pertence a um partido pouco acostumado a boas ideias.
Que pensem bem aqueles que desertam para as regiões dos “atrasados”, que pense bem este país que só copia o mau exemplo internacional, pode ser que daqui a 20 anos o interior seja composto por “Buenos dias” e “Garotas de programa”.Que puta de ideia temos nós sobre este rectângulo Europeu?

Sunday, April 23, 2006

Jornal Semanário

Esta última sexta-feira decidi compara o semanário, jornal que bastante admiro.
Nada de novo até aqui, se não fosse o único suplemento que o mesmo trás, de seu nome "Olá Semanário" e que é um bom exemplo de como o referido jornal, pode ser manchado por si mesmo. A decadência do tratamento gráfico (fazendo lembrar revistas reles dos loucos anos 80) as imagens e reportagens, são de péssima qualidade, para uma revista com alguma fama.
Comprovado está que a boca do povo, nem sempre lê com os olhos, nem sempre fala com racionalidade. A vaidade com que é tratado o único suplemento do jornal, devia ser correspondida com mais e melhor conteúdo.
Li e revi a dita revista vezes sem conta, mas não consegui e dei pela minha pessoa a pensar Adeus semanário.

Friday, April 14, 2006

Tenho dúvidas..


Fiquei com dúvidas esta semana, sobre qual o assunto mais decadente para falar.
Comecemos pela bela capa do jornal 24Horas onde se podia ler, que a comitiva de Sócrates teve uma valente caganeira devido ao marisco Angolano.
Melhor mas ainda que relecionado com o mesmo, é segundo artigo do Expresso desta semana, as valentes críticas à nossa nação por parte do jornalismo Angolano (porra porque é que eu continuo a escreve Angolano com letra grande?) em relação imaginasse à corrupção em crescendo no nosso país, só dá vontade de dizer aos amiguinhos jornalista lá do sítio, que só cresce aquilo que não existe o que, no caso deles deve ser difícil no que toca a corrupção e cunhas, mas enfim....
Podemos ainda abordar desportivamente alguns resultados de mediano interesse no passado fim de semana, que fizeram disparar vendas de jornais, ou ainda a descoberta do primeiro ministro, que o dinheiro gasto em viagens e comitivas por parte dos ministros tem de ser mais controlada!
Por falar em ministros, relembrar as 125 faltas dadas esta Quarta-Feira pelos deputados, que vão ser multados nessa quantia doida que é 1/20 do seu ordenado, vão ficar tão pobrezinhos...temos ainda que louvar a bela desculpa do PSD (partido com mais faltas 50 no total) que chutou as culpas para quem, trocou os dias de votação de Quinta-feira para Quarta-feira, eu não diria melhor.

Sunday, April 09, 2006

Lá foi ele..

E lá foi ele, visitar Angola, um país que parece querer acordar finalmente, a grande questão até hoje, foi fazer o quê ?
O menino, que já de lá veio faz algum tempo, vai esta Segunda ou Terça-feira para França, também não sei bem para quê (com certeza à procura de algum calhau que lhe bata na cabeça e que o faça acordar para os problemas reais!) mas, escrevia eu que o menino foi então visitar Angola, esse país democrático que não tem eleições creio eu, faz mais de uma dúzia de anos..
Ora chegou e teve oportunidade de falar uns loucos 45 minutos com desde sempre (desculpem a constante ironia) presidente angolano, aproveitou e falo então de direitos humanos, económicamente falando abordou as exposições empresariais que algumas empresas lusas tem naquele país, falou das eleições angolanas que decorrem daqui a um ano...pura engano, neste pequenito intervalo, o nosso menino não falou de nada disso, duas conclusões. Não acha importante os assuntos já descritos ou por outro lado tem outro tipo de prioridades na relação existente entre os dois países...
Foi um fracasso pecado, até na comitiva que o mesmo levou, entre os convidados foram os Da Weasel, que bem ou mal tem praticamente o leme deste país nas mãos (peço desculpa mas hoje a ironia tomou os meus pensamentos por assalto) senhor ministro, eu peço desculpa mas não foi para isso que me disseram que os impostos serviam!